Sitramico | FMI indica queda de quase 10% da economia brasileira
SITRAMICO - RJ
Sindicato dos Trabalhadores no Comercio de Minérios
e Derivados de Petróleo do Estado do Rio de Janeiro.
Centro 21-3231-2700  Caxias 21-2671-1423  WhatsApp 21-97564-6104 / 99457-9131  Email:faleconosco@sitramico-rj.org.br
segunda-feira, 06/07/2020 - 14:23

FMI indica queda de quase 10% da economia brasileira

Fonte: Carta Capital

No mundo, a previsão é que a pandemia gerará uma contração da economia de 4,9%

A pandemia do coronavírus vai abalar a econmica brasileira. Segundo informou nesta quarta-feira 24 o Fundo Monetário Internacional (FMI), a A economia do Brasil vai se contrair 9,1% este ano. No relatório anterior do Fundo, em abril, a previsão de queda era menor – o Brasil encolheria 5,3% em 2020. (Em janeiro, a projeção era de crescimento de 2,2%.).

O FMI expressa preocupação com a incerteza que cerca as previsões, já que “mais de 75% dos países estão agora reabrindo os negócios, ao mesmo tempo que a pandemia se intensifica em muitos mercados emergentes e economias em desenvolvimento”.

No mundo, a previsão é que a pandemia gerará uma contração  da economia de 4,9% e alertou que a magnitude e a duração do crise ainda são desconhecidas.  “Agora projetamos uma recessão mais profunda em 2020 e uma recuperação mais lenta em 2021”, disse a economista-chefe do FMI, Gita Gopinath.

A América Latina e o Caribe, principal foco de coronavírus com 100.399 mortes e quase 2,2 milhões de infectados, sofrerão um desastre econômico com uma contração de 9,4% no PIB.

Para a Argentina, em recessão desde 2018 e que acumula quase 45.000 casos confirmados e 1.049 mortes, o FMI alertou que o país sofrerá uma contração econômica de 9,9%.

Diante da crise, o governo espanhol convocou uma reunião virtual na qual nove presidentes e altos executivos latino-americanos do FMI, do Banco Mundial e do BID participarão para articular um mecanismo “inovador” para responder à pandemia.

Com informações da AFP.

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *