Sitramico | Dia Nacional do Doador de Sangue (25): o que você precisa saber para doar
SITRAMICO - RJ
Sindicato dos Trabalhadores no Comercio de Minérios
e Derivados de Petróleo do Estado do Rio de Janeiro.
Centro 21-3231-2700  Caxias 21-2671-1423  WhatsApp 21-97564-6104 / 99457-9131  Email:faleconosco@sitramico-rj.org.br
quarta-feira, 25/11/2020 - 10:48

Dia Nacional do Doador de Sangue (25): o que você precisa saber para doar

Durante a pandemia, quantidade de doações caíram em até 50%

Nesse contexto, doar sangue, neste período pandêmico, faz-se ainda mais necessário para ajudar a salvar vidas – Foto: Erasmo Salomão/MS

O Dia Nacional do Doador de Sangue é celebrado nesta quarta-feira (25), em meio a um período de diminuição dos estoques nos hemocentros de todo o país. De acordo com a Fundação Pró-Sangue, durante a pandemia de coronavírus, houve uma diminuição de até 50% nas doações em algumas regiões do país.  

É nesse contexto que a campanha “Somos todos do mesmo sangue”, realizada pela Fundação Pró-Sangue e hemocentros de todo o país, está alertando para a demanda de doações.   

Como doar?

É preciso cumprir alguns requisitos básicos. A pessoa doadora precisar estar em boas condições de saúde, ter entre 16 e 69 anos e pesar no mínimo 50kg. Além disso, antes da doação é necessário estar descansado, o que significa ter dormido pelo menos seis horas no último período, estar alimentado e não ter ingerido alimentos gordurosos nas últimas quatro horas. No ato da doação é exigida a apresentação de um documento de identidade com foto. 

Também é necessário esperar um período de 60 dias entre uma doação e outra, para homens; e 90 dias, para mulheres.

A pessoa doadora também precisa observar os períodos dos chamados impeditivos temporários, que são os prazos estabelecidos em situações específicas. Por exemplo, é preciso esperar sete dias após os sintomas de um resfriado. No caso de gravidez são 90 dias após parto normal e 180 dias após cesariana e amamentação. Há também impeditivo temporário em casos de ingestão de bebida alcoólica nas últimas 12 horas, além de realização de tatuagem ou maquiagem definitiva nos últimos 12 meses, entre outros.

Por outro lado, também existem os impeditivos definitivos, que proíbem a doação em qualquer período da vida, como hepatite após os 11 anos de idade, hepatites B e C, AIDS (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II, Doença de Chagas, malária e Mal de Parkinson.

Para conferir outros impedimentos acesse a página específica sobre esse assunto da Fundação Pró-Sangue

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *